Conversar com a Moda

No dia 25 de fevereiro foi postada uma entrevista comigo (Juliana Paiva) no site B-sides Fashion, que, por sinal, gosto muito. Ao responder a entrevista senti que poderia colocar no blog algumas partes onde eu tinha uma conversa com a Moda, como se ela fosse um personagem. Aí vai:

 

O que acha do mercado de moda?

Acredito que o mercado como um todo, tanto consumidores quanto empresas e trabalhadores ainda têm muito que aprender. Estamos vivendo momentos de intensa mudança e precisamos mudar nossa maneira de pensar e agir. Não acredito que o fast fashion vá durar muito tempo nessas condições, nossa realidade é outra, é a preocupação socioambiental que deve existir em cada um de nós que estamos dentro desse novo movimento de uma moda mais consciente. Os consumidores vão começar a perceber que não adianta comprar uma regata super barata e saber que crianças estão sendo exploradas por isso. Começarão a questionar de onde vem o produto que estamos oferecendo a eles, se é de qualidade, se o preço está condizente com o produto, se existe uma política ambiental por traz do processo de produção.

Uma reclamação para fazer à Moda:

Acho que já fiz, sem perceber.

Mas tem outra coisa importante. Se pudesse conversar com a Moda, como um personagem, diria: Que tal a gente tentar mudar essa imagem de futilidade que as pessoas têm de você? Você construiu isso de alguma forma e eu quero te ajudar a mudar isso aos poucos. Nem que para isso precisemos modificar seu “jeito de vestir”, sua “forma de agir”, até seu nome eu modifico, te chamo de qualquer outra coisa, para que as pessoas esqueçam tudo o que pensavam de você e possam entender a nova era da moda que está se formando.

Um elogio para fazer à Moda:

Vou falar com ela de novo: Obrigada por perceber que estava no rumo errado, sei que a maior parte de você ainda está no caminho do consumismo desenfreado, mas uma pequena parte, alguns fios de cabelo, começam a se movimentar e a desviar do fluxo contínuo, não seguem o rumo dos outros fios, ficam como aqueles irritantes fios em pé e eles é que chamam a sua atenção nesse momento, pois estão em pé. Talvez, para organizá-los novamente não vai adiantar pentear, acredito que será mais fácil você virar de cabeça para baixo.
A entrevista se deu devido a um projeto que o site divulgou e que consistia na criação de dois looks em croquis, eu fui uma das participantes. Aí estão meus croquis:

A entrevista na íntegra está neste link. Visitem também o site B-sides Fashion

Anúncios

4 thoughts on “Conversar com a Moda

  1. Olá adorei os croqui num estilo moda africana, muito inovador.
    dá uma passada lá no meu blog e deixa sua opinião vlw

  2. Pingback: Fora Arezzo! « The Big Fashion Theory

  3. Pingback: Dia especial « The Big Fashion Theory

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s